SEGUE-ME À CAPELA

Mais detalhes
3 DE OUTUBRO | 17H30

Centro Cultural de Paredes de Coura

Levar e trazer. Deitar e levantar. Limpar e sujar. Dobrar e estender. Semear e colher. Prevenir e esperar… E repetir tudo sem rendição ao cansaço – as vezes que forem necessárias – pelas gerações que servirem de eco. Na linha estreita que tem sobrado às mulheres para existir ao longo dos tempos, entre um afazer e o seu oposto, desenrolou-se um novelo melódico para aligeirar tudo, fazendo acompanhar o tudo e o nada de palavra cantadas. Calhou-nos, por sorte, ser herdeiras dessa riqueza tamanha. Hoje, o canto das mulheres, que tão densamente povoa o nosso património tradicional, parece desgarrado do seu propósito funcional mas não deixa de nos ser íntimo – um embalo ou a harmonia das vozes de mulheres que se juntam para manifestar a fé ou para manter a Terra a girar com o suor dos seus corpos.

Segue-me à Capela trabalha uma perspetiva da música tradicional portuguesa construída a partir da voz enquanto instrumento de construção de ambientes sonoros do trabalho, da romaria, da folia. O repertório é constituído por cantares tradicionais recolhidos por Michel Giacometti, José Alberto Sardinha e GEFAC. Todos os instrumentos de percussão utilizados pertencem à cultura popular portuguesa, assumindo especial protagonismo o adufe, instrumento tradicional feminino da Beira Baixa.

.

Formação:

Carolina Simões, Catarina Moura, Mila Bom, Margarida Pinheiro, Maria João Pinheiro, Sara Vidal, Sílvia Franklim - Vozes

Quiné Teles - Percussionista